Fim de ano é sempre igual! Época de pensar no que faremos em 2016 e no que fizemos (ou deixamos de fazer) em 2015. Recapitular nossos alvos do ano passado e os alvos do futuro, inclusive, ter alvo é inerente a todos os seres humanos, cada um de nós temos alvos na vida. Alvos pessoais (amor, família), alvos profissionais, alvos ministeriais. Alvos dos mais diversos tipos, não importa nossa idade, nossa religião, nosso nível intelectual, cada um de nós tem alvos na vida, até porque uma vida sem alvos não merece ser vivida.

Até aí irmãos, problema nenhum em ter alvos, projetos, planos. Isso se torna um problema quando nossos alvos, nossos planos e nossos objetivos se tornam um empecilho para atingirmos o verdadeiro alvo de nossa vida e, consequentemente, do nosso ano vindouro. Deus nos criou com um alvo específico, o Criador de todas as coisas nos deu um alvo a alcançar, e não podemos perder o foco no alvo que Deus nos deu, para alcançar o alvo que nós mesmos criamos para o próximo ano.

E é sobre este alvo final, principal, fundamental de todo homem, que o Ap. Paulo fala neste trecho de sua carta aos irmãos da igreja de Filipos:

Mas o que para mim era ganho reputei-o perda por Cristo. E, na verdade, tenho também por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas, e as considero como escória, para que possa ganhar a Cristo, E seja achado nele, não tendo a minha justiça que vem da lei, mas a que vem pela fé em Cristo, a saber, a justiça que vem de Deus pela fé; Para conhecê-lo, e à virtude da sua ressurreição, e à comunicação de suas aflições, sendo feito conforme à sua morte; Para ver se de alguma maneira posso chegar à ressurreição dentre os mortos.

Não que já a tenha alcançado, ou que seja perfeito; mas prossigo para alcançar aquilo para o que fui também preso por Cristo Jesus. Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.

 

Filipenses 3:7-14

O primeiro passo para alcançarmos o verdadeiro alvo de nossa vida é a mudança de mente. É a conversão. Se não considerarmos tudo como perda, se não compreendermos que tudo o que eu alcançar fora de Cristo não vale absolutamente nada, se eu não entender que a minha vida antes de Cristo não era vida de verdade, eu jamais conseguirei alcançar o Alvo.

É a fé que gera arrependimento e submissão a Cristo, que nos proporciona essa mudança de vida, e quando entendemos isso irmãos, compreendemos o que o Ap. Paulo nos ensina nos versos 12-14: Atingir o Alvo não é apenas conhecer a Cristo, esse é o primeiro passo, atingir o alvo é cumprir plenamente os propósitos de Cristo para nós!

Então, talvez você fale: “Ah, mas eu conheço a Cristo, eu sou da Igreja, eu tenho ministério, eu prego, canto, danço, sapateio…”. Muito bom meu irmão, parabéns, mas o princípio do Ap. Paulo para nós é o seguinte: “Quanto mais eu me aprofundo em Cristo, mais eu percebo a necessidade de me aprofundar ainda”.

Ora, se o Ap. Paulo, o maior evangelista da história, o autor de quase metade do Novo Testamento, o maior doutrinador da Igreja, o Apóstolo do Senhor Jesus Cristo, um dos homens mais inteligentes da antiguidade, compreendia que precisava continuar seguindo no caminho de Cristo para alcançar o Alvo, me parece muita arrogância eu achar que já tenho o suficiente de Deus em 2015 e não desejar mais dEle em 2016.

Nós precisamos esquecer nossos títulos, nossos ministérios, nossas “unções”, nossas experiências passadas com Deus, e buscar a cada dia novas experiências com Ele, a cada dia descobrir mais de sua vontade, de seu querer para nossas vidas, deixar as coisas que já passaram e seguir no caminho para o alvo, guarde o que foi bom em 2015, esqueça o que foi ruim, ou lembre-se apenas para saber que você superou, e busque a motivação para viver um 2016 ainda melhor!

Da mesma forma, é preciso que eu deixe minhas memórias, minhas lembranças, meus hábitos que em 2015 me afastaram da vontade de Deus e siga convictamente em direção ao Alvo dEle para minha vida em 2016.

Não sei quais os alvos que você estabeleceu para o ano de 2016, mas eu sei que o Alvo que todos nós devemos ter é o Senhor Jesus Cristo e sua vontade. É conhecer Cristo nessa vida, andar com Cristo e em Cristo e obedecendo-o, viver eternamente com Ele.

Que em 2016 o alvo de sua vida seja o Senhor Jesus, e que você possa testemunhar ao final do próximo ano, como Deus lhe concedeu todos os planos que você abdicou em função dEle. Que Deus te abençoe e guarde.

Feliz ano novo!

Sobre o autor

Pastor Andre Oliveira

Pastor Andre Oliveira

Primeira Igreja Batista em São joão de Meriti

Casado com Raquel, é advogado, formado em Teologia e pós-graduando em Teologia Bíblica, Sistemática e Pastoral. Voluntário do Ministério Vida Relevante e atualmente Pastor de Juventude da Primeira Igreja Batista em São joão de Meriti